19 de julho de 2014

Em Breve Interativo com Liam



Em breve minhas cupcakes abusivas, nós teremos o que? o que? Interativa com o DIVO e PFTO do Liam.
Esperoo que gostem, meus amores :)
**Para enviar uma fanfic, você pode me enviar por email, que eu posto e te dou os créditos.É só você ir no primeiro gadget do lado esquerdo do blog, mandar sua fic na área dos pedidos, mas pelo amor do 69 do Harry, explicaaaaa que você quer indica a fic e tals. Se tiver capa,manda e o link do perfil do autor. Mande se ele está ciente e antes conversarei com ele pra ter confirmar. Ou apenas venhaa este LINK...
Bjão e tchau meus cogumelooos açucarados.
Bjoo no coree! :*

-MrsPayne (Emi)

18 de julho de 2014

Casos & Acasos II Temporada: Capítulo III


C&A: II Temp. Capítulo III:
"Como tira-la da cabeça se está em meu coração?"


POV. Harry


Desliguei o telefone de propósito porque quando ouvi aquela voz masculina chamando ela de amor, percebi que não era seu tio. Eu sabia disso, mas o único problema é que, será que ela recomeçou sem mim?
Fiquei fitando a nossa aliança enquanto pensava.
Como amanhã teriamos um show pra fazer no Brasil, resolvi ir visita-la no Rio de Janeiro.
(---)
Acordei, fiz minha higiene pessoal e tomei meu banho. Em seguida peguei uma maçã e uma garrafinha d'água e saí.
Fui ao aeroporto, lá encontrei com os rapazes e as meninas. Elas também estavam indo com eles. Só eu sozinho.
(***)
Quando chegamos ao aeroporto do Rio, muitas fãs nos pararam pedindo autográfos.
Quando olhei a hora no relógio percebi que já estava atrasado para o almoço com a pequena.
Corri pra uma lanchonete próxima da rua onde ela disse que morava. Mandei um mensagem assim pra ela:
"Pequena, estou aqui no restaurante Nino's Gril, venha depressa!"

POV. S / N



Eu: Gus o que te deu? Nós somos amigo lembra? - disse me afastando do beijo.
Gus: Desculpa, princesa! Mas é que eu não resisti.
Eu: Percebe-se. Agora só tenta se controlar, por favor!
Gus: Desculpa, não sei o que deu em mim.
Eu: Tudo bem. - o abracei.




(---)
O churrasco acabou, todos foram embora, então eu fui dormir.
Acordei era 12hr. Já estava atrasada.
Me vesti com um vestido florido, uma sapatilha escura, cabelo com solto e uma bolsinha básica.

(***)

Quando chegou o dia de nos encontrarmos eu não fui. Fiquei assistindo filme com o Gus. E teria um almoço na minha casa (de novo) para anunciarmos o nosso namoro - com certeza meus tios ficarão radiantes com a notícia. Já que eles queriam que nós dois namorássemos.
Estávamos comendo macarronada que minha tia fez. E depois apreciaríamos um delicioso bolo de chocolate com sorvete que a mãe do Gus fez.
(---)
Por fim, terminamos de comer.
De repente recebo uma mensagem de Harry.
"Poxa, cadê você estou aqui esperando."
Pensei, eu preciso ir vê-lo. Então falei:
Eu: Com licença. Eu preciso sair.
Tia Chris: Meu amor, o que você quer fazer?
Eu: Acabou o sorvete, vou lá na lanchonete comprar mais, já que hoje é domingo e o mercado fechou.
Gus: Vou com você! - se levantou.
Eu: Não! - todos olharam espantados - Não precisa Gus. Eu volto logo. - sorriu.
Tio Miguel: Deixa ele ir com você (S/N)! Sabe que ultimamente o Rio não tem estado muito bom.
Gus: Verdade! E é sempre bom ter um homem do seu lado. - sorriu pra mim.
Eu: Tá bom, tá bom... Vamos logo! - sorri.

(***)

Gustavo quis porque quis ir comigo até a lanchonete comprar o sorvete. Aceitei para não ser mal-educada ou algo do tipo.
quando fomos atravessar a rua, logo avistei Harry através da vidraça transparente. 
Engoli a seco e desejava a cada minuto que as borbolhetas em meu estômago parassem de voar. 
Respirei fundo e entrei. Gus queria segurar minha mão, mas eu ficava fingindo que estava verificando o dinheiro.

Fui até o balcão dos sorvetes, e fiquei olhando de canto o Harry. Ele parecia estar preocupado.Suspirei. De 10 em 10 segundos ele olhava seu relógio de pulso.
peguei o sorvete de flocos e pedi pro Gus pagar.
Me aproximei de sua mesa, me sentei.

Eu: Oi! - abri um grande sorriso.
Harry: pequena, você veio!
Eu: Sim - sorri fraco.
Harry: Eu pensei que não fosse vir. - disse passando seu polegar em meu rosto. 


O olhei cabisbaixa pois logo lembrei-me do Gus, respirei fundo.



Harry: O que há de errado, meu amor?
Eu: Nada. Nada não... - uma lágrima escapou.


Gus: Amor, já paguei. Vamos?
Harry: ...
Eu: eu posso explicar - disse chorando.
Harry: Explicar o que? Que você me esqueceu e já está com outro?! Isso eu estou vendo.
Gus: Ok, agora seu viadinho se manda daqui! - Empurrava Harry.
Harry: Hey, me deixa em paz, seu imbecil!


Gus deu um soco na cara de Harry, então apareceram os reporteres, seguranças do Harry e mais os donos da lanchonete.

Segurança: Saiam os dois daqui! - expulsava a mim e ao Gustavo.

Saimos do estabelecimento. Eu estava com os nervos a flor da pele. Queria matar aquele cretino do Gustavo.
Cheguei em casa com o sorvete todo derretido. Estava muito brava.

Tia Anne (Mãe do Gus): Por que demoraram tanto? Namorando?
Eu: Não! E ainda bem. Não quero passar mais um segundo ao lado desse babaca.
Tia Chris: O que houve?
Tio Miguel: O que você fez a ela?

Gustavo: Nada. 
Eu: Comigo, nada, mas ele deu um soco no meu amigo.
Gustavo: Ele te fez chorar.
Anne/Tia Chris: Opaa, conta essa história direitinho.
Eu: Pede pro idiota contar! Estraga prazer... - saí andando em passos firmes.


Entrei no meu quarto e me tranquei no mesmo. Comecei a chorar, então, resolvi mandar uma mensagem ao Harry assim:
"Me desculpa por hoje. O Gustavo não é nada meu... Agora você entende quando eu digo que necessito de um espaço para mim. Pessoas assim sempre irão querer estragar o que existe entre nós. Acho melhor pararmos por aqui mesmo."


Ele visualizou e me respondeu assim:
"Como tira-la da cabeça se está em meu coração? Eu esperarei o tempo que preciso, pois eu te amo, só não demore muito. :)"
Sorri, e envie:
"Eu não me esqueci de você, por mais que doa dizer que é complicado pra mim e que eu estou confusa, assim precisando de um tempo... Lhe digo que mesmo eu não lembrando de tudo eu sei que você foi a melhor coisa que me aconteceu até agora, porque de fato, você é meu herói e nada nesse mundo nem ninguém poderão mudar o que eu sinto por você. Pois, vai além do que você e qualquer possa imaginar. Te amo mesmo sem saber o que passamos, mas sei que tudo valeu a pena ainda mais ao seu lado. <3"

Então nos despedimos e eu fui dormir.

Acordei com dores muito fortes no abdome, chamei meus tios e fomos ao médico.

Continuo com 2 comentários! :)

Bjãooo dlçs da tia Emi :)